PDOStatement::execute(): SQLSTATE[HY000]: General error: 1021 Disk full (/tmp/#sql_40f_0.MAI); waiting for someone to free some space... (errno: 28 "No space left on device")[/home/cna/public_html/versions/v6.5.5.2/sys/orm/query.php|273] CNA

2020-04-14

Apelo à acção #FicaEmCasaNaoEmSilencio | Em tempos de pandemia, os camponeses estão a alimentar a população!

 

O dia 17 de Abril está cada vez mais próximo. No contexto da COVID-19, a ideia de repensar o nosso modelo económico e a importância da soberania alimentar é, uma vez mais, uma questão fundamental. Este Dia Internacional da Luta Camponesa é uma oportunidade para recordar aos decisores locais, nacionais e regionais e aos nossos concidadãos o papel central que os camponeses desempenham na produção de alimentos saudáveis e frescos. A Nyéléni Europa e a Nyéléni Ásia Central lançaram uma campanha virtual no âmbito do apelo à acção da Via Campesina (LVC),#FicaEmCasaNãoEmSilêncio. O objectivo é destacar algumas questões-chave e fazer exigências concretas de acordo com as seguintes linhas:

  • Expressar a nossa solidariedade e enviar uma mensagem de apoio aos pequenos produtores de alimentos, como agricultores, pescadores, trabalhadores agrícolas e de alimentos (muitos deles migrantes) e pastores, que nos garantem um prato de comida na nossa mesa.
  • Divulgar a mensagem de que os pequenos produtores, camponeses, pescadores e famílias, trabalhadores agrícolas e da alimentação (muitos deles migrantes) e pastores nómadas, alimentam a população e são os guardiões da soberania alimentar.
  • Proteger e garantir os direitos dos camponeses e outros trabalhadores rurais (UNDROP), consagrados na Declaração das Nações Unidas, aprovada em 2018.
  • Garantir, em especial, mercados agrícolas locais, rendimentos estáveis e dignos para os pequenos agricultores, salários e condições dignas para os trabalhadores rurais, bem como protecção específica para os trabalhadores sazonais e migrantes deslocados com problemas documentais ou que vivem em situações precárias.
  • Influenciar a elaboração das estratégias "do prado ao prato" e de biodiversidade no âmbito do Acordo Verde Europeu, que será apresentado à União Europeia em 29 de Abril.
  • Influenciar os debates sobre a reforma da Política Agrícola Comum (PAC) no Parlamento Europeu e com os governos locais da União Europeia (UE).
  • Destacar as incoerências e contradições no seio da UE e das políticas nacionais, em particular a constante negociação de acordos de livre comércio.
  • Pôr fim a todas as tentativas de desregulamentação dos OGM, incluindo novas técnicas genómicas, com a aplicação rigorosa da legislação comunitária existente sobre OGM e a proibição de patentes sobre plantas e animais.
  • Destacar o crescente problema da apropriação de terras, do acesso à terra e da pressão para uma directiva da UE sobre terras que a CEVC está a trabalhar com os seus aliados, bem como outras políticas nacionais na região.
  • Aumentar a sensibilização para as discussões em curso nas agências relevantes da ONU, como a FAO, sobre sistemas alimentares sustentáveis e agroecologia.

 #FicaEmCasaNãoEmSilêncio

Queremos aumentar a sensibilização para as diferentes lutas travadas pelos produtores agrícolas em toda a Europa, a fim de tornar visível aquilo que muitos decisores têm dificuldade em ver; existe uma comunidade forte e empenhada de pequenos e médios agricultores, pescadores, famílias de pastores nómadas, trabalhadores agroalimentares e outros produtores alimentares que se orgulham de fazer parte da solução para os muitos desafios que hoje enfrentamos, tais como as alterações climáticas e a deterioração dos ecossistemas. Para o efeito, a Coordenadora Europeia da Via Campesina (CEVC) está a fazer campanha para incentivar os seus membros e outras organizações de pequenos produtores de alimentos e de trabalhadores agrícolas que fazem parte do movimento Nyéléni, bem como os seus aliados, a agir no dia 17 de Abril. Podem participar de várias formas:

  • Adicionar as exigências locais na carta (EN) anexa e enviá-la durante a semana de 17 de Abril aos vossos governos locais, regionais ou nacionais ou aos vossos deputados. Por favor, encaminhe também para info@eurovia.org para compilação. A nível europeu, dirigiremos esta carta aos decisores (Comissão Europeia, Conselho, membros dos comités relevantes). Pode também contactar info@eurovia.org para que a assinatura da sua organização seja afixada;
  • Participe na campanha de fotografia virtual. Pedimos às pessoas que escrevam uma frase num papel ou num cartaz que complete a seguinte frase "Orgulho de ser agricultor e..." / "Orgulho de apoiar os agricultores porque...". A resposta pode ser simples, por exemplo "...alimentam a população local", "...ajudam a combater as alterações climáticas", "reclamam a terra local", "...são a espinha dorsal do nosso sistema", "...fornecem-me alimentos frescos locais, todos os dias", etc. Deve segurar o cartaz e tirar uma fotografia no campo, na quinta, no mercado local, nas áreas produtivas locais, enquanto come alimentos locais, ou em algum lugar que seja representativo da vida dos agricultores, e depois carregá-la para a Internet. Devem utilizar os hashtags #StayHouseButNotSilent (#FicaEmCasaNãoEmSilêncio) #PeasantsRights, e marcar a CEVC.

 

Como fazer?

É simples. No dia 17 de Abril, peça à sua rede, aos seus aliados, que façam o seguinte:

  1. Descarregue os logótipos que pode utilizar para a campanha online AQUI
  2. Escreva uma mensagem em papel ou grave um vídeo ou memorando de voz com a resposta a "Orgulho de ser agricultor porque..." / "Orgulho de apoiar os agricultores porque...".
  3. Use os hashtags #StayHomeButNotSilent (#FicaEmCasaNãoEmSilêncio) e #PeasantsRights, e partilhe as respostas através das redes sociais; twitter (tag @ ECVC1), facebook, instagram, etc. Certifique-se de incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo, identificando-as.
  4. Enviar a carta em anexo aos decisores nos seus respectivos países, com as exigências locais. Por favor, envie também para info@eurovia.org.

A hora da mudança é agora; encorajamo-lo a participar de todas as formas possíveis! Ajude-nos a mostrar ao mundo que estamos orgulhosos de ser agricultores e que estamos dispostos a fazer parte da solução para os problemas do mundo!