Incêndios de 2017: Acção de sensibilização junto à fronteira de Vilar Formoso

A CNA e a ADACO – Associação Distrital dos Agricultores de Coimbra, em conjunto com o MAAVIM – Movimento de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões estiveram no dia 3 de Agosto, numa acção de contacto e sensibilização aos automobilistas que cruzam a fronteira em direcção a Portugal, nomeadamente aos emigrantes que regressam para as suas férias, num dia em que as temperaturas atmosféricas batiam recordes de calor.

Em causa, a problemática que decorre dos Incêndios Florestais do ano passado na Região Centro, com informações úteis para os mais interessados e análise crítica geral em relação à forma insatisfatória como a Agricultura, a Floresta e o Mundo Rural têm sido (ou não) apoiados pelo Ministério da Agricultura e pelo Governo.

Nesta acção, alertou-se também para os apoios insuficientes para se alcançar uma recuperação satisfatória da Agricultura, da Indústria e de outras actividades económicas afectadas pelo flagelo dos incêndios do ano passado.

Aliás, por muitas daquelas zonas da Beira Alta, vê-se bem as más consequências da desflorestação provocada sobretudo por Incêndios das últimas décadas, incêndios que, aliás, têm vindo a ser cada vez mais violentos e devastadores. A desertificação ambiental é uma preocupante realidade a juntar-se à mais do que problemática desertificação humana dos territórios de interior. Eis pois um contexto cujas más consequências é estratégico travar e inverter.


- Folheto distribuído na Acção de Sensibilização