Lesados pelos Incêndios de 2017 concentrados em Góis

Delegações de Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios 2017, num total de cerca de 30 participantes de vários concelhos da Região Centro, concentraram-se em Góis, dia 2 de Maio.

Com uma grande Faixa e vários dísticos, Agricultores e Produtores florestais esperaram pelo Ministro da Agricultura e pelo Ministro-Adjunto e comitivas, no exterior do edifício onde decorreu, em Góis, a sessão de apresentação do "Programa de Revitalização do Pinhal Interior, PRPI".

A ambos os Ministros foi entregue um documento da ADACO – Associação Distrital dos Agricultores de Coimbra, do MAAVIM – Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões e da CNA – Confederação Nacional da Agricultura, documento que também foi entregue à comunicação social presente e que era muita e recolheu depoimentos entre os participantes.

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, nas declarações que fez à comunicação social antes de entrar para a sala da sessão, repetiu a argumentação habitual dos "milhões" já pagos a 25 mil candidatos e do enorme esforço orçamental que isso representa...

Aliás, na sessão de apresentação do PRPI enfatizaram os "10 milhões de euros" alegadamente disponibilizados para candidaturas várias o que se mantém na linha do comportamento habitual...

Estiveram também nesta iniciativa os dois Secretários de Estado de Capoulas Santos e assessores e alguns Presidentes de Câmara da região e também Amândio Torres (ex-Secretário de Estado das Florestas), assim como a Directora Regional de Agricultura da DRAPCentro.

Foi mais uma Concentração oportuna que fez o contraditório com a propaganda governamental e em que se voltou a chamar a atenção para os casos de grande injustiça que se mantêm no terreno.


- Documento da ADACO, CNA e MAAVIM
- 89